Sobre

O Jardim Botânico de Curitiba foi inaugurado em 5 de outubro, de 1991, e é considerado um dos principais pontos turísticos da capital paranaense. O espaço conta com uma área total de 245 mil m² e conhecido por sua bela estufa e seu jardim geométrico. A estufa de estrutura metálica e com três abóbodas do estilo art-noveau é um projeto do arquiteto Abrão Assad, que teve de inspiração um Palácio de Cristal de Londres, do século 19.

O espaço oferece duas estufas, o jardim das sensações, bosque de araucárias, lago, cascata, além de área para prática de exercícios físicos, trilhas e um velódromo. Também conta com o Museu Botânico Municipal que abriga 310mil espécies botânicas, além de um auditório, centro de pesquisas, espaço para biblioteca especializada e salas, de exposições temporárias e permanentes.

Atrás da estufa principal está situado o Espaço Cultural Frans Krajberg, com a exposição permanente “A Revolta”. A exposição do artista plástico polonês radicado no Brasil, Frans Krajcberg, apresenta a coleção de 110 esculturas feitas de madeiras queimadas retiradas de áreas devastadas pela ação predatória do homem.

O parque fica aberto de segunda a domingo das 6h às 20h – das 6h às 21h no verão. O passeio ao Jardim Botânico pode ser direto ou orientado, conforme o interesse do visitante.

Em 2007, o ponto turístico foi um dos monumentos mais votado numa eleição para a escolha das Sete Novas Maravilhas do Brasil, realizada pelo site Mapa-Mundi.

Espaços

Estufas O Jardim Botânico de Curitiba conta com duas estufas: A principal é de estrutura metálica e vidro, é de [...]

saiba mais..

Curitiba 2011desenvolvido por redsuns