Motoristas do estado de Minas Gerais devem se manter atentos aos prazos de pagamento de impostos

Motoristas do estado de Minas Gerais devem se manter atentos aos prazos de pagamentos do IPVA MG. Mas para aquelas que não têm muito tempo de se informar e saber como fazer, eis a seguir algumas dicas importantes.

O contribuinte pode acessar o site do DETRAN e na guia Boletos procurar a opção que deseja consultar. Referente ao IPVA, há a opção de boletos para efetuar pagamentos de licenciamentos, parcelas que já venceram e pagamento anterior ao ano do vigente. Após escolher sua opção, o site irá gerar uma caixa com um formulário de dados que você precisa preencher.

Primeiro é preciso escolher a parcela a ser paga, seguida da placa do veículo, documento integrado ao RENAVAM, chassi e data de nascimento do proprietário. Então, na próxima lacuna, o proprietário deverá escolher se prefere receber o boleto pelo correio ou retirá-lo nos postos de atendimento. Então, por fim, deverá preencher um código de segurança. A princípio pode parecer inseguro, mas todo esse procedimento é pra evitar possíveis fraudes. E se o contribuinte estiver em mãos os documentos com os dados pedidos o processo não toma nem cinco minutos. Rápido e simples.

Pagar o IPVA no DETRAN

O contribuinte poderá pagar o imposto em agências do banco Itaú, Banco do Brasil (lembrando que clientes Banco do Brasil não precisam se preocupar em ter a guia de pagamento), Bradesco, postos de atendimento do DETRAN e ainda, para quem acha mais fácil, pode efetuar o pagamento nas casas lotéricas. Como a grande maioria já sabe, quem pode efetuar o pagamento em cota única recebe um desconto no valor da taxa e, quem atrasa, ganha multa. Portanto, é preciso estar atento aos prazos e caso necessário, entrar em contato com algum telefone ou portal de atendimento VAPT VUPT.

Pagamento atrasado

Apesar de toda divulgação e opções de parcelamento, ainda há quem perca as datas de vencimento. Pra quem foi uma dessas pessoas, precisa regularizar a situação o quanto antes, pois quanto mais se demora, maior é a taxa de juros e multa sobre o valor inicial. O valor pode ser de até 20% com acréscimo de 1% para cada mês de atraso além do limite.

Esclarecimento de Dúvidas

Em casos burocráticos ou garantia de segurança da informação, é recomendável que o contribuinte se dirija a Secretaria da Fazenda e levar suas dúvidas não sanadas sobre o IPVA para que elas sejam melhor esclarecidas.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.